A estante: o móvel ¨chave¨ da sua sala

La biblioteca: un mueble clave en tu salón

Os livros enchem de entretenimento e de sabedoria qualquer casa. Por isso, mantê-los ordenados para poder encontrar aqueles volumes de que mais gostamos ou de maior consulta não uma tarefa simples se não dispomos de um bom móvel. Os móveis bibliotecas servem para vestir qualquer divisão esquecida e guardar verdadeiras jóias literárias, mantendo-as ao alcance de todos. Hoje, na Conforama, orientamos-lhe na eleição de um dos móveis com mais vida no seu lar.

Como eleger um bom móvel biblioteca?

Em primeiro lugar, dependendo do lugar em que será colocado, a eleição do material e da altura são dois aspectos a ter muito em conta. A madeira maciça é uma matéria-prima muito procurada, muito resistente e nunca passa de moda. Mas é muito pesada, por isso, temos de conhecer muito bem as medidas do móvel antes de comprá-lo, para não ter problemas a posteriori com a montagem do mesmo. Uma boa alternativa são aqueles cuja estrutura é de aço inoxidável ou de alumínio mas que contam com parteleiras de madeira laminada.

Em quanto à cor, esta já depende um pouco dos gostos ou do estilo da divisão em questão. Os tons intermédios, como o tom de noz, são dos mais solicitados para este tipo de móveis. Apesar de, estarem muito em voga as combinações com outras texturas, como o couro ou a textura de pergaminho.

O melhor para evitar problemas com a instalação da mesma é eleger uma estrutura de módulos, sobre tudo, se o espaço da sala em que este será colocado é reduzido. Dependendo de se pretendamos ordenar ou não por tamanhos os livros da nossa estante, podemos jogar com estruturas lineares e não lineares do nosso móvel. E se, desejamos criar um efeito de ¨caos controlado¨, então a melhor opção é eleger um móvel cujas estantes joguem com os volumes e não tenham formas demasiado rectas.

O desenho irregular está na ordem do dia, já que é prático, permite que o nosso móvel tenha um aspecto mais dinâmico e não fique demasiado clássico na nossa sala ou salão. Definitivamente, esse canto de leitura que desejamos ter, deve ser informal, já que deverá ser um lugar muito frequente com acesso simples e com uma ordem cómoda.

Como um ponto extra, o acrescento de gavetas ou de pequenos caixotes na parte baixa do móvel fará com que tenhamos bem arrumado o que não desejamos que esteja à vista. Isto é uma estupenda ideia que fará com que a biblioteca não sature a vista e não se converta no ¨Móvel dos trastes¨.