Como surpreender os seus convidados com um bom buffet

Como preparar un buen buffet

Se está a pensar em festejar o seu aniversário ou fazer uma festa em casa, deixe-se de complicações com menus sofisticados que exijam que os seus convidados estejam sentados à mesa de jantar. Em vez disso, opte por optimizar o espaço com um método mais simples que permita que cada pessoa se sirva: o buffet.

Como preparar um buffet

  1. A preparação da mesa

Para aproveitar o espaço e permitir que os seus convidados se movimentem à vontade, é necessário dispor de um espaço amplo para organizar o buffet. Retire os pequenos móveis auxiliares, cadeiras e mesas que estorvem. É preciso optimizar cada centímetro.

A mesa deve situar-se num lugar de fácil acesso para todas as pessoas. O ideal é colocá-la no meio da sala para que cada um possa servir-se facilmente. Também pode encostar-se a uma parede, para poupar espaço.

  1. Utensílios e acessórios

Se pretende facilitar a limpeza e a recolha das sobras, é melhor utilizar copos, pratos e talheres descartáveis, mas que tenham algum design e sejam de cores diferentes, para que o tradicional prato de plástico branco não prejudique a imagem do buffet. Aplique a mesma estratégia para toalhas, guardanapos e pousa-copos, já que existem inúmeras propostas nas lojas especializadas.

No momento de colocar os pratos e os guardanapos para os convidados, convém ser prático: coloque-os num canto (de preferência, no canto a partir do qual se aceda ao buffet). Se não dispõe de uma mesa comprida, pode colocá-los numa mesa auxiliar e cobri-la com uma toalha igual ou a condizer. Isto permitirá que as pessoas não se concentrem no mesmo ponto da mesa.

  1. O menu

As entradas e as primeiras bebidas devem servir-se logo que entrem os convidados, para dar as boas-vindas e para que, assim, se iniciem as conversas.

Cada prato do menu deve ser apetecível mas apresentado em porções pequenas, para que se possa repetir ou combinar com o resto de opções. É importante que cada dose se possa comer de uma só vez (ou em poucas vezes) e que não contenha espinhas nem ossos. Se se servem canapés ou sanduíches, a largura do pão não deve ser muito grande. As tapas, salgados e outros petiscos que servir não devem ser muito grandes, para que as pessoas os possam suster com um palito ou com um garfo.

Recomenda-se deixar uma zona livre para depositar os pratos, copos e guardanapos usados, para que as pessoas não tenham de ir à cozinha. Se são poucos convidados, não é má ideia distribuir alguns bancos ou cadeiras desdobráveis para que se possam sentar de vez em quando, sem estorvar a circulação das outras pessoas.

E as sobremesas? Para quebrar a monotonia, é recomendável preparar pelo menos 3 variedades, servidas em pequenas porções ou de forma individual (evite que os convidados tenham de se servir, partindo ou cortando as suas doses de forma desigual), com o objetivo de que possam repetir ou provar todas as opções.

Feliz festa!