Como aplicar o método KonMari em casa

Considerada a rainha da organização pessoal e doméstica, Marie Kondo é conhecida pelo seu livro bestseller – A Arte de Arrumar a Sua Casa e a Sua Vida – e por ajudar milhões de pessoas a finalmente dominarem o caos doméstico e a viverem uma vida mais organizada e mais feliz com o seu método KonMari. Pronto para arregaçar as mangas?

Quem é Marie Kondo?

Organizadora profissional, a japonesa Marie Kondo sempre foi fascinada pela arte de organizar e desde os 19 anos que se dedica a esta consultadoria específica. Com o lançamento do seu livro “A Arte de Arrumar a Sua Casa e a Sua Vida”, o método KonMari tornou-se um fenómeno mundial – uma verdadeira rampa de lançamento para Marie que, entretanto escreveu mais três livros, conduziu o seu aclamado programa “Ordem na Casa com Marie Kondo” na Netflix e foi nomeada uma das 100 pessoas mais influentes pela Time em 2015. Segundo a própria, o método KonMari foi inspirado na religião Shinto, onde a limpeza e a organização são vistas como uma prática espiritual.

metodo konmari

O método KonMari conquistou adeptos de organização em todo o mundo.

O que é o método KonMari?

A base do método KonMari está assente em três pilares fundamentais: uma abordagem metódica à organização, realizada por categoria; a importância da alegria nos objetos que possuímos e reservar um lugar para cada coisa. Marie Kondo recomenda que a organização da casa seja feita por categoria e não por divisão, ou seja, começamos pela roupa, passando para os livros, as papeladas e outros itens diversos, e terminamos com os objetos sentimentais. Isto porque temos artigos de cada categoria em todas as divisões e é importante perceber o volume de cada categoria para poder avançar – faz sentido, não faz?

Metodo Konmari

A questão-chave do método KonMari é: isto traz-me alegria?

Isto traz-me alegria?

O método KonMari também propõe esta ordem para facilitar a tarefa de destralhar, ou seja, ao começar com aquilo que nos deixa menos nostálgico e com menor dificuldade em deixar ir (roupa), para depois ser mais fácil chegar efetivamente ao final do processo (objetos sentimentais).

CFR - PT - Text - Orden

E para ajudar a livrar-nos de coisas que temos há anos e sobre as quais já nem nos lembramos ou não utilizamos, Marie Kondo sugere questionarmo-nos na hora da organização: isto traz-me alegria? Sim? Fica! Não? Vai. 

O método KonMari aplicado à roupa

No que toca à roupa o método KonMari é composto por 2 fases: primeiro, decidir o que fica, ou seja, qual a roupa que nos traz alegria e desfazer-nos do resto através da venda ou da doação. Em segundo lugar, dobrar toda a roupa que seja possível dobrar e guardá-la na vertical (de pé ou encaixado lado a lado) – ao fazer isto nos armários, vai acabar com armários mais organizados e que respiram; com as gavetas vai poder acomodar muita mais roupa do que anteriormente, inclusive roupa que estava amontoada nos armários.

metodo konmari

Organizar a roupa é um dos primeiros passos do método KonMari.

Livros e papéis 

Não é fácil desprendemo-nos dos nossos livros, mas quando o fizermos e temos apenas nas nossas estantes aqueles livros que realmente adoramos e que vamos efetivamente ler, a sensação é fantástica! Para atingir esta meta, o método KonMari recomenda tirar todos os livros das estantes e analisá-los um a um para perceber o nível de alegria que existe. Depois, é separá-los numa das seguintes caixas – guardar, vender, doar, reciclar – sem olhar para trás. Relativamente aos montes de papéis que vamos juntando ao longo dos anos, também importa criar duas pilhas distintas: papéis que podem ser reciclados (porque já não fazem falta, já passou a garantia, são lixo…) e papéis a tratar (a serem entregues a quem de direito, a serem digitalizados para guardar digitalmente…).

O método KonMari aplicado a objetos 

O método KonMari é claro no que toca a objetos vários, ou seja, aquelas coisas que vamos guardando só porque sim – quando olhamos para elas através dos olhos da Marie Kondo percebemos que a maioria não nos inspira e o próprio ato de os remover de casa é o que nos vai trazer alegria. Aqui pode usar o mesmo processo de separação – guardar, vender, doar, reciclar – para conseguir completar a tarefa. A tarefa mais difícil será sempre aquela referente aos objetos sentimentais e aqui a sugestão é não nos prendermos ao passado, mas sim manter as memórias vivas. Alguns exemplos para organizar os objetos sentimentais pode passar por distribuir pela família, instalar um cofre dentro de um armário exclusivamente para esses objetos, fotografar os objetos para guardar digitalmente antes de vender ou doar. 

metodo Konmari.

Organizar por categoria e não por divisão é o objetivo do método KonMari.

Dicas extra

Não espere aplicar o método KonMari a toda a casa de um dia para outro, isto é um processo ao qual se deve dedicar com paciência e consistência – o facto de efetuar esta organização por categorias também facilita a tarefa. Feita a escolha do que vai ficar, certifique-se que tudo tem o seu lugar, usando caixas decorativas se necessário e congratule-se por um trabalho bem feito e uma casa finalmente organizada à sua maneira… e com alegria!

CFR - PT - Post - Orden